UOL Notícias Notícias
 

07/01/2009 - 07h10

Gazprom acusa Ucrânia de ter cortado o gás europeu

BERLIM, 7 Jan 2009 (AFP) - O vice-presidente da gigante do gás russa Gazprom, Alexander Medvedev, acusou a Ucrânia de ter cortado todas as entregas de gás russo para a Europa e fez um alerta para o risco de "problemas técnicos muito graves" se os gasodutos permanecerem fechados.

"Na noite passada a Ucrânia cortou todos os gasodutos para a Europa", afirmou Medvedev, antes de acrescentar que Kiev "é a única responsável por esta situação".

"Em caso de prolongamento, este corte pode provocar problemas técnicos muito graves para os gasodutos por causa do frio", afirmou.

A Rússia, que semana passada cortou o fornecimento para o consumo nacional da Ucrânia por falta de acordo sobre os preços para 2009, tem acusado Kiev de "roubar" o gás destinado a outros países europeus que transita por seu território.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host