UOL Notícias Notícias
 

16/03/2009 - 17h40

Lula diz que acesso a crédito é o principal problema da economia

NOVA YORK, EUA, 16 Mar 2009 (AFP) - O presidente do Brasil, Luiz Inacio Lula da Silva, disse nesta segunda-feira em Nova York que o principal desafio enfrentado pela economia mundial é manter o acesso ao crédito, apesar da crise.

"Temos um problema no mundo chamado acesso ao crédito", disse Lula durante um encontro organizado pelo Wall Street Journal. "Necessitamos restaurar o fluxo (de crédito) para que se restabeleça o comércio mundial", acrescentou.

Segundo o presidente, "temos que resolver os problemas de confiança e não vejo como, se não fizermos algo com os bancos".

Lula opinou que o assunto será uma das questões cruciais a serem tratadas na reunião do G20 prevista para Londres no próximo 2 de abril.

Segundo Lula, a classe média é a principal vítima da crise. "São os que mais se beneficiaram com o boom, melhoraram seu nível de vida e ganharam direitos em geral, mas são os mais expostos a perder o conquistado".

O presidente brasileiro também admitiu no seminário para investidores "Brazil Global Partner in a New Economy" que o Brasil vai crescer este ano, embora com taxas reduzidas.

Já o banco americano Morgan Stanley revisou sua projeção para o PIB brasileiro, prevendo contração de 4,5% na economia em 2009; a estimativa anterior previa um crescimento zero. Segundo as previsões da equipe de economistas para a região do banco, a contração da economia brasileira deve acontecer em meio à pior recessão na América Latina desde 1983. De acordo com essas estimativas, o PIB real da América Latina deve registrar um encolhimento de 4,3% neste ano - uma projeção também revisada para baixo.

O banco atribuiu a revisão do PIB brasileiro ao fraco desempenho no último trimestre do ano passado da economia, aos sinais de desaceleração da atividade no primeiro trimestre e aos temores de que o cenário mundial possa se mostrar pior do que o antecipado.

Lula manteve sábado uma reunião com Obama na Casa Branca, durante a qual os dois presidentes conversaram sobre a crise global, e também sobre as relações do novo governo americano com os países da América Latina.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host