UOL Notícias Notícias
 
14/08/2009 - 13h42

Obama promete não abandonar Golfo do México: 'trabalho não terminou'

PANAMÁ CITY, EUA, 14 Ago 2010 (AFP) -O presidente americano, Barack Obama, prometeu neste sábado que não abandonará a população afetada pela maré negra que atingiu o Golfo do México, durante um fim de semana em família na costa da Flórida, e afirmou: "nosso trabalho não terminou".

Obama, que chegou com a mulher e uma das filhas na manhã deste sábado a Panamá City, se reuniu com comerciantes e empresários afetados pela pior contaminação marítima da história dos Estados Unidos, causada pela explosão de uma plataforma de petróleo da companhia britânica BP em abril.

"Hoje, o poço (que causou o vazamento) está fechado. O petróleo já não flui no Golfo, e não flui há um mês agora. Mas eu estou aqui para dizer a vocês que nosso trabalho não terminou, e que não iremos a lugar algum até que esteja terminado", declarou o presidente.

"Continuaremos vigiando e retirando todo o petróleo que chegar à superfície, limpando tudo o que chegar à costa", acrescentou Obama, destacando que um recente estudo mostrou que grande parte do petróleo derramado no mar na costa da Louisiana evaporou, se dissolveu ou foi recolhido.

"Mas não ficarei satisfeito até que o meio ambiente esteja de novo em boas condições, leve o tempo que levar", disse.

Obama, cujo governo enfrentou críticas nos primeiros meses da catástrofe, quando as sucessivas tentativas da BP de fechar o poço fracassaram, voltou a adotar um tom firme em defesa daqueles prejudicados pela maré negra, que agora esperam um ressarcimento econômico.

"Quando vim ao Golfo da última vez, vi muita raiva pela maneira como a BP administrava os pedidos de indenização. Assim, em junho, me reuni com os dirigentes da BP, e durante este encontro eles aceitaram colocar 20 bilhões de dólares em um fundo especial para pagar pelos danos" do vazamento, destacou o presidente.

"Qualquer demora por parte da BP ou daqueles que administram este fundo é inaceitável, e eu continuarei pressionando para que estas demandas tramitem de maneira rápida".

Acompanhado da mulher, Michelle, da filha mais nova, Sasha, e do cachorro da famíla, Bo, Obama passará pouco mais de 24 horas em Panamá City, em um gesto de solidariedade em relação aos habitantes da costa do Golfo do México.

"Graças às operações de limpeza, as praias do Golfo estão limpas, abertas e são seguras. É uma das razões pelas quais Michelle, Sasha e eu estamos aqui", disse Obama, indicando que os americanos "devem vir até aqui, não apenas para apoiar a região, mas também por ser um lugar magnífico".

Malia, filha mais velha dos Obama, está em uma colônia de férias.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host