UOL Notícias Notícias
 
14/08/2009 - 06h24

Rebeldes curdos matam comandante da Guarda Revolucionária

TEERÃ, 14 Ago 2010 (AFP) -Rebeldes curdos mataram um comandante da Guarda Revolucionária, o exército ideológico do regime iraniano, assim como dois milicianos islamitas, em um confronto armado na região noroeste do Irã, informa o jornal Shargh.

Os combates aconteceram na sexta-feira perto de Orumieh, capital da província de Azerbaijão Ocidental. A Guarda Revolucionária e os basij (milicianos islamitas) enfrentaram os rebeldes do Partido por uma Vida Livre do Curdistão (PJAK), informa o Shargh, sem revelar mais detalhes.

As regiões iranianas de fronteira com Iraque e Turquia, onde viven as minorias curdas, são cenários de enfrentamentos frequentes entre as forças iranianas e o PJAK, implantado no nordeste do Iraque.

O PJAK está ligado ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que luta contra o governo turco no sudeste deste país.

O Irã acusa o governo dos Estados Unidos de apoiar o PJAK, assim como outras organizações étnicas nas fronteiras do país, o que Washington nega.

Os kurdos representam 7% da população do Irã.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host