UOL Notícias Notícias
 
16/08/2009 - 10h34 / Atualizada 16/08/2010 - 06h58

Israel rejeita condições a negociações diretas de paz

JERUSALÉM, 16 Ago 2010 (AFP) -O governo de Israel rejeitará qualquer condição prévia à retomada das negociações diretas de paz com os palestinos, informou um alto funcionário do gabinete israelense antes de uma reunião do Quarteto para o Oriente Médio.

"Israel está preparado para negociações diretas imediatas, mas sem nenhuma condição prévia", afirmou à AFP a fonte, que pediu anonimato.

"Os palestinos, que perdem um tempo precioso negando-se a reiniciar os contatos diretos, poderão colocar na mesa de negociações todos os temas que quiserem", completou.

Segundo a imprensa israelense, os sete ministros mais importantes do governo decidiram no domingo que Israel deve rejeitar um comunicado que o Quarteto para o Oriente Médio (Estados Unidos, União Europeia, ONU e Rússia) deve divulgar nos próximos dias.

De acordo com a imprensa, no comunicado o Quarteto pedirá a Israel o prolongamento do período de 10 meses de congelamento parcial da colonização na Cisjordânia, que expira em 26 de setembro.

Ainda de acordo com os jornais israelenses, o comunicado deve propor o estabelecimento de um prazo de um ou dois anos para um acordo sobre a criação de um Estado palestino.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host