UOL Notícias Notícias
 
18/08/2009 - 11h58

Jornal venezuelano publica espaços em branco para protestar contra censura

CARACAS, 18 Ago 2010 (AFP) -O jornal venezuelano El Nacional acatou a decisão de um tribunal que ordenou que não publique informações ou fotos sobre fatos de violência, e optou por deixar espaço em branco em sua edição desta quarta-feira, preenchidos apenas pela palavra "censurado" em letras vermelhas.

"Estamos censurados. Isso é inconstitucional e atenta contra a liberdade de expressão", protestou Miguel Henrique Otero, editor de El Nacional em uma entrevista a uma rádio na manhã desta quarta.

A decisão do tribunal 12 de Caracas, emitida na véspera, proíbe a este jornal "a publicação de imagens, informações e publicidade de qualquer tipo de conteúdo com sangue, armas, mensagens de terror, agressões físicas que aticem conteúdos de guerra e mensagens sobre mortes e assassinatos".

A decisão aconteceu pouco dias depois que El Nacional, duro crítico do governo, colocou em sua primeira página uma polêmica foto que mostrava inúmeros corpos no necrotério de Caracas.

"Se aqui houvesse uma foto, vocês veriam um pai chorando por um filho que morreu", afirma a legenda de um dos espaços em branco publicados na edição de hoje.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h39

    1,58
    3,309
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h49

    -2,27
    61.218,17
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host