UOL Notícias Notícias
 

23/08/2009 - 21h56

Chávez revela 'detalhes' de acordo militar entre Colômbia e EUA

CARACAS, Venezuela, 23 Ago 2009 (AFP) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, revelou neste domingo "detalhes" do acordo militar recentemente assinado entre Bogotá e Washington - que, segundo Chávez, permitiria que os "militares gringos" operassem en qualquer parte do território colombiano.

"Toda a Colômbia está sendo transformada em uma base (americana). Já começaram a vazar detalhes do acordo, não poderão mantê-lo em segredo. Os militares gringos estarão autorizados a operar em qualquer parte da Colômbia", destacou Chávez em seu programa semanal de rádio e televisão.

Chávez apresentou um documento redigido, segundo ele, pelo "comando de mobilidade aérea" das forças militares americanas, e anunciou que o levará para a reunião extraordinária da Unasul do dia 28 de agosto em Bariloche.

A reunião extraordinária foi convocada para discutir o impacto do acordo militar fechado entre Colômbia e EUA na semana passada.

"Eu levarei comigo (o documento). Vou ouvir as mentiras do governo da Colômbia", disse Chávez, que congelou as relações com Bogotá após a assinatura do acordo, que prevê o uso de sete bases militares colombianas por forças americanas.

Chávez leu no suposto documento oficial americano que "os Estados Unidos exigiram liberdade de ação em zonas estratégicas globais", denunciando que o objetivo almejado por Washington com o acordo é "tomar a faixa (petrolífera) do Orinoco", assim como a Amazônia brasileira.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h29

    0,36
    3,291
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h33

    -0,48
    62.954,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host