UOL Notícias Notícias
 

24/08/2009 - 11h35

Escócia afirma que Líbia prometeu recepção discreta a Megrahi

EDIMBURGO, 24 Ago 2009 (AFP) - A Líbia assegurou à Escócia que dispensaria uma recepção discreta ao condenado pelo atentado de Lockerbie antes de sua libertação, declarou o ministro da Justiça escocês, Kenny MacAskill, em um discurso ao Parlamento regional.

"Deram garantias de que um retorno seria tratado de maneira discreta e com sensibilidade", declarou MacAskill ao justificar a decisão da semana passada ao Parlamento reunido em sessão extraordinária.

MacAskill ordenou na quinta-feira passada a libertação de Abdelbaset Ali Mohamed Al-Megrahim, único condenado pelo atentado de Lockerbie (Escócia) por razões humanitárias, argumentando que segundo os médicos teria uma expectativa de vida de três meses por um câncer de próstata terminal.

O líbio cumpriu apenas oito anos da pena de prisão perpétua a que foi condenado em 2001 pelo atentado contra o avião da companhia americana PanAm entre Londres e Nova York. A explosão sobre a cidade escocesa de Lockerbie, provocando a morte dos 259 ocupantes do avião de outras 11 pessoas em terra.

Os governos da Grã-Bretanha e dos Estados Unidos criticaram duramente a Líbia pela recepção de herói dispensada a Megrahi.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host