UOL Notícias Notícias
 
03/09/2009 - 14h39

Hillary vê Jerusalém como possível 'símbolo de paz'

WASHINGTON, 3 Set 2010 (AFP) -Jerusalém pode tornar-se um "símbolo de paz e cooperação" para israelenses e palestinos, caso estes consigam superar seu prolongado conflito, afirmou nesta sexta-feira a secretária de Estado americana, Hillary Clinton.

"Ambas as partes sabem que devem dialogar sobre este tema, para que Jerusalém deixe de ser um centro de tensões e se torne um símbolo de paz e cooperação", declarou Hillary em entrevista à televisão palestina e à emissora israelense Channel 2.

Os palestinos querem que Jerusalém Oriental seja a capital de seu futuro Estado, enquanto Israel considera a cidade santa uma capital indivisível. Jerusalém é um dos temas mais controversos do diálogo de paz reiniciado entre as partes na quinta-feira, depois de uma interrupção de 20 meses.

Hillary disse que apoiaria "o resultado ao qual as partes chegarem".

Mesmo assim, disse que a restrição para as movimentações de palestinos rumo a mesquitas e igrejas de Jerusalém estava "na ordem do dia" das negociações.

"As negociações políticas devem estar acompanhadas de mudanças no terreno, de forma a criar confiança e aumentar as trocas entre israelenses e palestinos".

Hillary participará da próxima reunião entre o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, em 14 e 15 de setembro em Charm el-Cheikh, no Egito.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host