UOL Notícias Notícias
 

29/10/2009 - 07h19

EUA e China abordam divergências comerciais

HANGZHU, China, 29 Out 2009 (AFP) - Estados Unidos e China deram prosseguimento nesta quinta-feira pelo segundo dia, em Hangzhu, às conversações sobre as divergências comerciais, energia e mudanças climáticas, três semanas antes da primeira visita do presidente Barack Obama ao gigante asiático.

A primeira viagem como presidente de Obama a China está prevista para 15 de novembro e os dois países desejam suavizar as tensões comerciais antes da visita, que acontecerá às cidades de Xangai e Pequim.

Segundo o secretário americano do Comércio, Gary Locke, que participa nas negociaçõe, é crucial fazer progressos concretos para demonstrar à opinião pública americana e a todo o mundo que China e Estados Unidos trabalham juntos para alcançar resultados.

O presidente americano criou a primeira grande disputa comercial de sua presidência em setembro, quando impôs taxas de importação aos pneus chineses.

Pequim apresentou uma queixa à Organização Mundial do Comércio (OMC) e iniciou uma investigação sobre possíveis práticas ilícitas nas importações de veículos e carne de frango americanos.

O déficit dos Estados Unidos com a China é o maior que Washington mantém com países estrangeiros e chegou a 143,7 bilhões de dólares nos primeiros oito meses de 2009, uma baixa de 15,1% em comparação com o mesmo período de 2008.

Os dois países, as maiores fontes de emissão de dióxido de carbono do mundo, também abordarão a questão das mudanças climáticas antes da conferência de Copenhague de dezembro.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h39

    0,11
    3,269
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h41

    -0,59
    63.705,27
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host