UOL Notícias Notícias
 
08/12/2009 - 10h14

UE lamenta intransigência de Israel sobre colonização na Cisjordânia

BRUXELAS, 8 dez 2010 (AFP) -A chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Catherine Ashton, lamentou nesta quarta-feira a intransigência de Israel em congelar a colonização na Cisjordânia, que continua sendo "ilegal" e dificulta os esforços de paz com os palestinos.

"Constatamos com pesar que os israelenses não aceitaram prolongar a moratória, como pediam a União Europeia (UE), os Estados Unidos e o Quarteto para o Oriente Médio", afirmou a porta-voz de Ashton à AFP.

"Nossa postura sobre a colonização é clara: é ilegal segundo o direito internacional e constitui um obstáculo para a paz com os palestinos", completou.

O governo dos Estados Unidos desistiu na terça-feira de tentar obter uma suspensão da colonização israelense na Cisjordânia para reativar as negociações, uma decisão aplaudida pelo Estado hebreu.

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, lamentou a decisão americana e pediu o envolvimento da UE no processo de paz.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h28

    0,24
    3,137
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h31

    -0,58
    75.565,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host