UOL Notícias Notícias
 
08/12/2009 - 09h16

Zapatero ofereceu aos EUA aumentar presença militar na Espanha

MADRI, 8 dez 2010 (AFP) -O presidente do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, "tentou agradar o presidente (americano) Barack Obama" quando, há quase dois anos, ofereceu ao país reforçar sua presença militar na Espanha e instalar na base de Rota a sede da Africom, revelou nesta quarta-feira o jornal El País.

Em um novo capítulo dos documentos secretos da embaixada americana em Madri, publicados pelo WikiLeaks, o jornal espanhol relata que, há quase dois anos, Zapatero ofereceu a Washington instalar em sua base militar de Rota o recém-criado comando do Pentágono para a África, o Africom, provisoriamente instalado em Stuttgart, na Alemanha.

Segundo os documentos, Zapatero teria insistido sobre esta oferta, em janeiro, junto ao embaixador da administração Obama, mas o jornal indica que os "Estados Unidos ainda não decidiram".

"Todas as portas estão abertas para você", disse Zapatero a Alan Solomont, novo embaixador dos Estados Unidos em Madri, que o recebeu pela primeira vez em 22 de janeiro.

De acordo com o El País, "a Espanha está aberta a aumentar a presença dos Estados Unidos na base naval de Rota (Cádiz) para que sirva aos objetivos do Africom", escreveu Solomont na nota que resume suas duas horas de audiência com Zapatero.

A Africom, sexto comando militar regional do Pentágono, foi criado em 2007 e dedica-se especificamente à África, sob o comando do general William Ward. Está operante desde 2008.

Seu principal objetivo é "ajudar os exércitos africanos a melhorar sua eficácia e a coordenarem-se entre si e com os Estados Unidos para combater o terrorismo, a pirataria e o crime organizado".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h09

    0,90
    3,156
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h12

    -1,01
    74.627,73
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host