UOL Notícias Notícias
 
11/12/2009 - 07h28

Conferência do Clima aprova acordos com oposição da Bolívia

CANCÚN, México, 11 dez 2010 (AFP) -Mais de 190 países reunidos da Conferência do Clima da ONU, em Cancún (México), aprovaram na madrugada deste sábado, com a oposição da Bolívia, os acordos contra as mudanças climáticas, que incluem um pacote de medidas e um Fundo Verde para ajudar os países em desenvolvimento.

Em meio a gritos e aplausos emocionados, e após duas semanas de pesadas reuniões, a presidente da Conferência, a mexicana Patricia Espinosa, proclamou às três da manhã a aprovação dos documentos.

A Bolívia foi o único país a se opor, argumentando que os documentos não atendem às exigências da luta contra o aquecimento global e que tampouco acolhem as propostas da Conferência dos Povos, organizada em seu país em abril.

"Acaba de romper as regras (...) A regra para a adoção - dos documentos - é o consenso", afirmou o negociador boliviano, Pablo Solón, à presidente da Conferência.

"A regra do consenso não significa a unanimidade, muito menos a possibilidade de que uma delegação possa impor um direito de veto sobre a vontade que, com tanto trabalho, (193 países) alcançaram", respondeu Espinosa.

Os documentos aprovados pela Conferência criam o Fundo Verde Climático, para administrar a ajuda financeira dos países ricos aos mais pobres.

Até agora, União Europeia, Japão e Estados Unidos prometeram contribuições, que devem crescer até alcançar 100 bilhões de dólares anuais em 2020.

Também foi prometida uma ajuda imediata de 30 bilhões de dólares, parte de um fundo a curto prazo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host