UOL Notícias Notícias
 

11/12/2009 - 18h44

Prisão perpétua para o general Luciano Menéndez, da ditadura argentina

BUENOS AIRES, 11 dez 2009 (AFP) - A Justiça da Argentina condenou nesta sexta-feira à prisão perpétua o general reformado Luciano Menéndez por crimes cometidos durante a ditadura (1976-83), revogando a sentença de prisão domiciliar expedida anteriormente. A pena será cumprida em cárcere comum.Sobre Menéndez, de 82 anos, chamado de "a hiena de La Perla" ou "Cachorro", pesam outras duas condenações à prisão perpétua por crimes contra os direitos humanos. Mas, desta vez, um tribunal da província de Córdoba (centro) ordenou que cumpra a pena atrás das grades, pela morte de um subdelegado e por dez casos de sequestros e torturas.Em sua alegação final, antes do veredicto, o militar assumiu os atos de repressão durante a ditadura e disse que "os guerrilheiros (aos quais afirmou ter enfrentado nos anos 70) estão (agora) no Governo ocupando cargos, sob a pele de cordeiros".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host