UOL Notícias Notícias
 
16/12/2009 - 13h03

Juiz britânico concede liberdade condicional para Julian Assange

LONDRES, 16 dez 2010 (AFP) -Um juiz da Alta Corte de Londres concedeu a liberdade condicional ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange, após rejeitar o recurso apresentado pelos advogados que defendem os interesses da Suécia, que pede sua extradição para julgá-lo em um processo de crimes sexuais.

"Vou conceder a liberdade condicional", anunciou o juiz Duncan Ouseley, indicando que definirá os termos da condicional na próxima terça-feira.

O magistrado decidiu não acolher o apelo lançado contra a decisão da corte baixa, anunciada no início da semana, de permitir que Assange aguarde em liberdade o julgamento de seu processo de extradição para a Suécia.

Um pequeno grupo que apóia Assange desafiou a forte chuva que caía sobre Londres para se manifestar do lado de fora do tribunal, comemorando a notícia.

"Expor crimes de guerra não é um crime", gritavam.

O australiano de 39 anos provocou a ira dos Estados Unidos ao divulgar centenas de milhares de documentos confidenciais de embaixadas americanas ao redor do mundo.

Defensores de Assange afirmam que o processo contra o fundador do WikiLeaks na Suécia tem motivações políticas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host