UOL Notícias Notícias
 
16/12/2009 - 12h12

'Coffee shops' holandeses podem proibir a entrada de turistas estrangeiros

LUXEMBOURGO, 16 dez 2010 (AFP) -As autoridades holandesas têm direito de proibir a entrada de turistas estrangeiros nos chamados 'coffee shops', decidiu nesta quinta-feira a justiça europeia, dando razão a uma prefeita que tomou esta medida para combater o 'turismo da droga'.

Inundada por turistas, a cidade de Maastricht impôs uma nova lei em 2005 para permitir apenas a entrada de residentes na Holanda nos 'coffee shops', dedicados à venda de maconha.

Os 14 estabelecimentos de Maastricht atraem 10.000 visitantes por dia, ou seja, 3,9 milhões por ano, dos quais 70% não são holandeses, segundo dados da cidade citados pelo Tribunal Europeu de Justiça.

Apesar de tecnicamente continuar sendo ilegal, a Holanda descriminalizou em 1976 a posse e o consumo de maconha abaixo dos cinco gramas em nome de uma "política tolerante".

Atualmente, existem 700 'coffee shops' no país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h10

    -0,58
    75.565,44
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host