UOL Notícias Notícias
 
22/12/2009 - 16h44

Bolívia reconhece Palestina como Estado independente

LA PAZ, 22 dez 2010 (AFP) -A Bolívia reconheceu nesta quarta-feira a Palestina como Estado independente, somando-se às recentes ações similares de Brasil e Argentina, mediante carta enviada pelo presidente Evo Morales ao titular da Autoridade Nacional Palestina, Mahmud Abbas.

"Assim como outros países, como o Brasil, a Bolívia se rende a este reconhecimento do Estado palestino, de sua independência, sua soberania", disse Morales na sede do governo.

Na nota a Abbas, se está "reconhecendo a soberania e independência deste país", ressaltou.

Brasil e Argentina reconheceram, no começo de dezembro, o Estado da Palestina dentro das fronteiras de 1967, antes da ocupação israelense, ou seja, a integridade dos territórios palestinos: a Faixa de Gaza, Cisjordânia e Jerusalém oriental. Enquanto isso, o Uruguai expressou a intenção de imitá-los em 2011.

Antes deles, na América Latina, Cuba, Nicarágua, Costa Rica e Venezuela reconheceram o Estado palestino, enquanto outros países avaliam a situação.

"Durante todo este tempo, escutamos e informamos sobre os graves problemas que a Palestina sofre de países vizinhos, como Israel", disse Morales.

"A Bolívia não poderia continuar esperando e observando, com os braços cruzados diante dos problemas de direitos humanos e territoriais e de soberania que a Palestina sofre", acrescentou.

Em janeiro de 2009, a Bolívia rompeu relações diplomáticas com Israel, em resposta à "atroz" ofensiva militar israelense na Faixa de Gaza, iniciada no fim de 2008 e que deixou mil palestinos mortos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host