UOL Notícias Notícias
 

23/12/2009 - 00h02

Uribe revela que governador colombiano foi 'degolado'

BOGOTÁ, 22 dez 2009 (AFP) - O governador da província de Caquetá, Luis Francisco Cuéllar, sequestrado na segunda-feira, foi degolado por membros da guerrilha das Farc, revelou na noite desta terça o presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, em mensagem à Nação. "Ainda não temos a hora do assassinato, mas sabemos que foi degolado. Miseravelmente o degolaram", disse Uribe ao lamentar a morte de Cuéllar, sequestrado na noite de segunda-feira em sua residência de Florencia, capital de Caquetá. "Os altos comandos me explicaram que como havia uma perseguição policial, seguramente os terroristas, para evitar os disparos, degolaram o senhor governador", explicou Uribe. Segundo a governadora interina de Caquetá, Olga Patricia Vega, que cita o ministro da Defesa, Gabriel Silva, ao que parece Cuéllar, de 69 anos, foi executado porque teve dificuldades para caminhar durante a fuga dos sequestradores. O site do jornal El Tiempo havia informado que o corpo de Cuéllar estava "próximo a um veículo incinerado empregado no sequestro", em um local a cerca de 15 km ao sul de Florencia, "com impactos de bala e cercado de explosivos". De acordo com o noticiário CM&, o corpo não pôde ser removido imediatamente pelo Exército por estar preso a vários explosivos, em uma zona minada pelos rebeldes.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host