UOL Notícias Notícias
 
24/12/2009 - 16h32

Patriarca de Jerusalém espera que sinos sobreponham-se ao ruído da guerra

BELÉM, Territórios Palestinas, 24 dez 2010 (AFP) -O Patriarca latino de Jerusalém, Fuad Twal, espera que "o badalar dos sinos de nossas igrejas sobreponha-se ao ruído das armas em nosso Oriente Médio ferido", declarou durante a homilia de Natal em Belém, na Cisjordânia.

"Neste Natal, desejamos que Jerusalém se transforme não apenas na capital das duas nações (israelense e palestina), mas também em um modelo para o mundo inteiro de bom entendimento e coexistência entre as três religiões monoteístas", declarou Twal, a mais alta autoridade católica romana em Jerusalém.

Na noite desta sexta, ele celebrará em Belém, local de nascimento de Jesus Cristo de acordo com a Bíblia, a tradicional Missa do Galo.

Em seu sermão, o patriarca falará sobre o destino dos cristãos do Iraque, que estão fugindo do país depois que um comando armado atacou uma catedral em plena missa no dia 31 de outubro, matando 44 fiéis e dois sacerdotes.

"Em um mundo separado pela violência e pelo sectarismo, que legitima as piores ações, até os assassinatos nas igrejas, o Menino de Belém nos lembra que o primeiro mandamento é o Amor. Ele nos ensina o perdão e a reconciliação, mesmo com nossos inimigos", destaca o patriarca.

Monsenhor Twal, de 70 anos, também fez um apelo ao diálogo entre os fiéis de todas as religiões.

"Este diálogo é imperativo, é a resposta ao ateísmo moderno e aos sectarismos que ameaçam o Povo de Deus. Desta maneira, o fanatismo afetou a comunidade cristã do Iraque de maneira trágica recentemente. Tais ações são condenadas de maneira unânime por cristãos e muçulmanos".

Para concluir, o sacerdote católico pediu aos fiéis que rezem pela paz.

"Desejamos que a paz impere, tanto sobre o povo de Israel quanto sobre o povo da Palestina e em especial sobre o Oriente Médio, para que nossas crianças possam viver e crescer em um ambiente sereno", afirmou.

Doutor em direito canônico (jurisprudência eclesiastica), Fuad Twal nasceu na Jordânia em uma tribo cristã beduína. Em junho de 1988, foi proclamado patriarca latino de Jerusalém, cargo responsável pelas comunidades católicas romanas de Israel, dos Territórios Palestinos, da Jordânia e do Chipre.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h00

    0,00
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h04

    0,02
    76.005,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host