UOL Notícias Notícias
 
29/12/2009 - 06h31

Chávez diz que militares continuarão com papel fundamental em seu governo

CARACAS, 29 dez 2010 (AFP) -O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou na noite de terça-feira que as Forças Armadas continuarão com um papel fundamental em seu governo e que a revolução "cada día será mais radicalmente socialista", durante um ato de condecoração a militares.

"Esta revolução cada dia será mais radicalmente socialista, cristã, pátria verdadeira. E nesta revolução as Forças Armadas seguirão desempenhando um papel fundamental (...) doa a quem doer", disse Chávez.

"Os militares deverão empunhar sua espada para defender as garantias sociais e isto é o que nós estamos fazendo", completou.

Durante o ato, Chávez também anunciou a criação de 10 distritos militares, principalmente nas áreas de fronteira, segundo ele para garantir a defesa do país.

As Forças Armadas da Venezuela, que são denominadas "bolivarianas" pela lei, proclamam há alguns anos em seus atos públicos o lema "Pátria socialista ou morte. Venceremos!", utilizado por Chávez.

Chávez também aproveitou a ocasião para repetir que impedirá a entrada na Venezuela de "elementos subversivos colombianos", ao comentar a prisão de um líder da guerrilha ELN, Nilson Terán, conhecido como 'Tulio', em território venezuelano.

O guerrilheiro foi condenado em 2007 na Colômbia a 40 anos de prisão pelo sequestro e homicídio de um pecuarista. Ele é considerado o número dois da ELN e tem 13 ordens de prisão pendentes na Colômbia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host