UOL Notícias Notícias
 
04/01/2010 - 21h40

EUA: humor ácido de comandante de porta-aviões pode custar seu afastamento

WASHINGTON, 4 Jan 2011 (AFP) -O comandante de um porta-aviões americano, no centro de uma polêmica por ter apresentado um programa de vídeo que ele mesmo elaborava, transmitido no navio, acompanhado de piadas homofóbicas , deve ser dispensado de seu comando, segundo um dirigente da Defesa. E isto poderá ocorrer ainda nesta terça-feira.

Segundo a imprensa, a decisão de afastar o capitão do navio Owen Honors do comando é "esperada" para logo.

Uma coletiva de imprensa está prevista em Norfolk (Virgínia), porto de origem do porta-aviões "Enterprise", segundo um outro dirigente da Defesa.

O capitão Honors, na época segundo no comando do porta-aviões, apresentou até 2007 o programa "XO Movie Night" transmitido no circuito interno de televisão do navio. Os esquetes difundidos mostravam pilotos mulheres tomando banho juntas ou ainda cenas de simulação de masturbação.

O capitão Honors, apresentador da emissão, distribuía, por sua vez, grosserias, piadas sexistas e homofóbicas. Em um dos programas, o ex-piloto de caça F-14 zombava de oficiais da superfície, chamando-os de "bichas".

O programa, transmitido em média uma vez por semana, tinha como objetivo divertir a equipe de 6 mil homens e mulheres do porta-aviões "Enterprise".

A emissão foi interrompida em 2007 após queixas de marinheiros, mas reapareceu na segunda-feira em um jornal local, o Virginian-Pilot, que colocou vários vídeos extraídos do programa na internet, desencadeando uma tempestade na mídia.

A Marinha ordenou uma investigação, a fim de entender por que nenhuma medida foi tomada desde 2007.

Esta polêmica ocorre algumas semanas após o voto histórico de uma lei abolindo o tabu homossexual no exército e permitindo aos militares, gays e lésbicas, servir abertamente sem medo de serem demitidos.

Além disso, a situação se complica já que o capitão Owen Honors é agora comandante do Enterprise, que deve em breve atracar no Oceano Índico para apoiar as operações no Afeganistão.

No Facebook, uma página "Nós apoiamos o capitão Honors" contabilizava mais de 7.200 membros nesta terça-feira à tarde.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host