UOL Notícias Notícias
 

07/01/2010 - 11h45

Justiça francesa condena ativista histórico do ETA à revelia

PARIS, 7 Jan 2010 (AFP) - A justiça francesa condenou nesta quinta-feira à revelia Josu Ternera, histórico dirigente da organização separatista armada basca ETA, a cinco anos de prisão e o filho deste, Egoitz, a quatro anos por associação criminosa com fins terroristas.

O Tribunal Correcional de Paris, que examina os crimes penais, também proibiu definitvamente Josu Ternera (José Antonio Urrutikoetxea) de pisar em território francês.

Josu Ternera, 59 anos, é o último dirigente histórico do ETA em liberdade e é considerado fugitivo da justiça desde 2002.

O mesmo tribunal francês manteve as ordens de prisão de 2008 de um juiz de instrução parisiense contra Ternera e o filho.

Egoitz Ternera, 35 anos, nasceu em Bayone e tem nacionalidade francesa.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h30

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h39

    -0,11
    68.639,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host