UOL Notícias Notícias
 

08/01/2010 - 06h34

Gates permanecerá como secretário de Defesa em 2010

WASHINGTON, 8 Jan 2010 (AFP) - O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, pretende permanecer no cargo pelo menos por mais um ano, anunciou sua secretaria de imprensa.

Em uma reunião antes do Natal, Gates se comprometeu com o presidente Barack Obama a permanecer no cargo durante 2010, informou o secretário de imprensa do Pentágono, Geoff Morrell, em um comunicado.

Gates, ex-diretor da CIA, teve um papel chave no gabinete de Obama e na decisão de enviar 30.000 soldados adicionais ao Afeganistão.

Um republicano fervoroso, que assumiu o cargo ainda sob a presidência de George W. Bush, Gates nunca pareceu ter a intenção de renunciar, apesar da vitória de um democrata na eleição de 2008.

Considerado um pragmático, Gates passou por todos os escalões da CIA, onde trabalhou por 27 anos e serviu a seis presidentes. Foi diretor da Agência Central de Inteligência entre novembro de 1991 e janeiro de 1993 sob a presidência de George Bush pai. Entrou na agência em 1966 como analista de informação.

Nascido no Kansas em 25 de setembro de 1943, casado, pai de dois filhos adultos, Gates é historiador e tem um doutorado em história da União Soviética.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host