UOL Notícias Notícias
 

12/01/2010 - 09h42

Invasão do Iraque em 2003 foi ilegítima, afirma relatório holandês

Em Haia (Holanda)
HAIA, 12 Jan 2010 (AFP) - A invasão do Iraque pelos Estados Unidos em março de 2003 foi ilegítima no que diz respeito ao direito internacional, segundo o presidente de uma comissão investigadora independente holandesa, cujas conclusões foram apresentadas neseta terça-feira em Haia.

"A legitimidade não era suficiente para que a Holanda apoiasse a invasão", declarou o presidente da comissão investigadora, Willibrord Davids, falando à imprensa.

"As resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre o Iraque nos anos 90 não concediam mandato para uma intervenção militar norte-americana-britânica", afirma o informe entregue ao primeiro-ministro holandês Jan Peter Balkenende.

A comissão investigadora foi criada em fevereiro de 2009 a pedido do gobierno, em resposta às pressões da oposição, que questiona a legitimidade do apoio concedido pela Holanda à invasão do Iraque.,

Segundo a comissão, não existe qualquer prova de que a Holanda tenha concedido uma contribuição militar ativa para a invasão.

No entanto, em julho de 2003, a Holanda enviou 1.100 homens para o sul do Iraque para participar na força multinacional dirigida pelos Estados Unidos sob mandato da ONU.

A missão desse contingente militar concluiu na primavera de 2005.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host