UOL Notícias Notícias
 

13/01/2010 - 17h51

Organizações multilaterais preparam ajuda de emergência para Haiti

As principais organizações financeiras multilaterais expressaram nesta quarta-feira sua disposição em ajudar o Haiti, devastado na véspera por um violento terremoto. "O Fundo Monetário Internacional (FMI) está disposto a fazer tudo que estiver ao seu alcance. Pedi aos meus funcionários que estudem todas as possibilidades", declarou o diretor-geral do FMI, Dominique Strauss-Kahn, em comunicado. "O Banco Mundial (Bird) está disposto a mobilizar uma equipe para avaliar os danos e planejar a reconstrução, e também a enviar ajuda financeira", afirmou por sua vez o presidente da instituição, Robert Zoellick. O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou na noite de terça-feira uma ajuda inicial de 200.000 dólares para fornecer alimentos, água e medicamentos às vítimas do terremoto. "Estamos acompanhando a situação, e vamos ajudar o Haiti a enfrentar esta catástrofe", garantiu o presidente do BID, Luis Alberto Moreno. O terremoto, o pior em mais de 100 anos no país caribenho, derrubou muitos edifícios em Porto Príncipe, entre eles o Palácio Nacional, a catedral e o quartel-general das forças da ONU. O chefe da missão da ONU, o tunisiano Hedi Annabi, está entre os desaparecidos, informou o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon. "Ainda faltam informações sobre a amplitude total dos danos provocados pelo terremoto. Estamos diante de uma situação de emergência, que vai exigir importantes esforços de ajuda", declarou. Tanto o FMI como o Bird e o BID destacaram em seus respectivos comunicados sua disposição em coordenar os esforços de ajuda.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host