UOL Notícias Notícias
 

16/01/2010 - 15h11

Líder talibã paquistanês nega morte em gravação

O líder dos talibãs paquistaneses, Hakimullah Mehsud, negou sua morte em um ataque de mísseis americanos, em uma gravação de áudio divulgada neste sábado.

A mensagem foi difundida após vários ataques com mísseis executados por drones (aviões sem piloto) americanos nas zonas tribais do noroeste do Paquistão, que provocaram pelo menos 15 mortes. Algumas fontes dos serviços de segurança chegaram a afirmar que Mehsud estava entre as vítimas fatais.

Os talibãs paquistaneses difundiram na sexta-feira uma primeira gravação de áudio, na qual seu líder declara estar vivo, mas sem mencionar o ataque dos aviões sem piloto.

"Depois da gravação que divulguei ontem, alguns afirmaram que não mencionava a data. Hoje, 16 de janeiro, digo de novo: Estou vivo, estou bem, não estou ferido. Quando o ataque do avião piloto aconteceu, não estava na área", afirma a mensagem.

O emissário americano para o Afeganistão e Paquistão, Richard Holbrooke, que visitou Cabul neste sábado, afirmou mais cedo não saber se Hakimullah Mehsud estava vivo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host