UOL Notícias Notícias
 

16/01/2010 - 14h48

Obama apresenta Clinton e Bush para 'maior operação' de ajuda

O terremoto no Haiti originou "uma das maiores operações de ajuda" da história dos Estados Unidos, declarou neste sábado o presidente Barack Obama, em um encontro com a imprensa ao lado dos antecessores, George W. Bush e Bill Clinton, que foram encarregados para arrecadar recursos para as vítimas.

Os dois ex-presidentes aceitaram dirigir o "Fundo Clinton-Bush para o Haiti", anunciou Obama.

O presidente americano advertiu que a distribuição da ajuda no Haiti representa um "desafio enorme" para os socorristas e que ajuda ao pequeno país caribenho deve durar "meses e anos".

"Os Estados Unidos continuam unidos com o povo do Haiti", acrescentou Obama, que tem repetido diariamente os discursos públicos para informar os cidadãos americanos sobre as ações de seu governo para enfrentar o desastre no país caribenho.

"Ao unir esforços desta maneira, estes dois líderes enviam uma mensagem inconfundível ao povo do Haiti e ao mundo", destacou Obama em tom solene.

"Seguimos unidos com o povo do Haiti, que tem demonstrado tamanha capacidade de resistência, e ajudaremos na recuperação e reconstrução".

Os três presidentes pediram doações para as vítimas e para os esforços de resgate.

Ao mesmo tempo, o vice-presidente americano Joe Biden visitiou os líderes da comunidade haitiana em Miami e prometeu a ajuda de Washington ao país.

"Todos os recursos disponíveis no governo federal estão sendo colocados nisto e destinados a esta incrível crise", disse Biden.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host