UOL Notícias Notícias
 

20/01/2010 - 18h09

Morales iniciará segundo mandato na Bolívia com festa e cerimônia ritual

O presidente boliviano, Evo Morales, tomará posse para seu segundo mandato de cinco anos na sexta-feira, em um dia que incluirá uma cerimônia no Congresso, uma festa popular e um ritual indígena da cultura Tiwanaku.

Já confirmaram presença para a cerimônia de posse os presidentes da Venezuela, Hugo Chávez, e do Equador, Rafael Correa, firmes aliados de Morales na região. Uma delegação dos Estados Unidos também deve comparecer.

Além de permanecer na presidência, Morales terá o controle da Assembleia Legislativa Plurinacional que, a partir de sexta, substituirá o antigo Congresso. Candidatos aliados ao líder indígena conseguiram 64% dos votos nas eleições de dezembro.

Há quatro anos, Morales chegou ao poder com 54% dos votos. Em 2008, saiu vitorioso de um referendo para ratificar seu mandato com 67%.

O governo declarou feriado nacional na sexta-feira, argumentando que este dia testemunhará "uma mudança transcedental histórica e estrutural".

"Neste 22 de janeiro será lembrada a criação do Estado plurinacional com outra visão", indicou o ministro do Trabalho, Calixto Chipana.

Milhares de indígenas e simpatizantes devem festejar a posse de Morales no estádio Hernando Siles, que tem capacidade para 45.000 pessoas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host