UOL Notícias Notícias
 

21/01/2010 - 16h51

EUA: ex-aspirante à presidência admite ser pai de filha ilegítima

O democrata John Edwards, que em 2008 disputou com Hillary Clinton e Barack Obama a candidatura do partido à presidência, reconheceu nesta quinta-feira que teve uma filha com uma amante com quem se relacionou durante uma de suas campanhas eleitorais.

"Sou o pai de Quinn. Farei tudo o que estiver ao meu alcance para dar a ela o amor e o apoio que merece", declarou Edwards, de 56 anos, em um comunicado divulgado na imprensa, acrescentando que espera que a menina o perdoe quando souber que ele a havia renegado inicialmente.

Edwards, ex-senador pela Carolina do Norte (sudeste), admitiu em agosto do ano passado ter tido uma relação extraconjugal com a cineasta Rielle Hunter, mas negou ser pai de sua filha, nascida em 2008. Na época, sua mulher lutava contra um câncer.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host