UOL Notícias Notícias
 

22/01/2010 - 13h01

Morales toma posse para segundo mandato presidencial na Bolívia

O presidente da Bolívia, Evo Morales, tomou posse nesta sexta-feira para um segundo mandato, até 2015, em cerimônia realizada na sede da Assembleia Legislativa, agora denominada, também, Plurinacional.

Morales prestou o juramento - com o punho esquerdo levantado e o braço direito no coração - "pela pátria e pelo povo", depois de ter sido eleito em dezembro passado com 64% dos votos.

Morales recebeu das mãos do presidente da Assembleia Legislativa, Alvaro García, também vice-presidente da Bolívia, os símbolos pátrios: um medalhão e a faixa presidencial que, pela primeira vez, desde 1825, apresenta junto ao escudo nacional uma bandeira "whipala", símbolo dos povos indígenas.

Participaram da cerimônia os presidentes Hugo Chávez (Venezuela), Rafael Correa (Equador) e Fernando Lugo (Paraguai), além de Michele Bachellet (Chile) e o representante saraui Mohamed Abdelaziz.

Antes disso, Morales tinha sido ungido na quinta-feira como líder espiritual dos povos indígenas em cerimônia mística num templo da cultura Tiwanaku.

O governante de origem aymara receberá um poder quase ilimitado para criar um novo Estado socialista, em substituição a "um Estado colonial que vai" embora.

O presidente - que no primeiro governo nacionalizou as riquezas minerais do país e as telecomunicações - anunciou, também, que avançará para a "refundação da Bolívia".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h39

    0,24
    3,287
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h43

    -0,41
    63.000,69
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host