UOL Notícias Notícias
 

22/01/2010 - 07h52

Talibãs fazem parte da 'paisagem política' do Afeganistão, afirma Gates

Os talibãs fazem parte da "paisagem política" do Afeganistão, declarou nesta sexta-feira o secretário norte-americano de Defesa Robert Gates, considerando, no entanto, que uma reconciliação só será possível se depuserem as armas e participarem de eleições.

Esse comentário foi feito à imprensa durante uma visita ao Paquistão, no momento em que o presidente afegão Hamid Karzai revelou parte de seu novo "programa de reconciliação" com os talibãs, que ele apresentará durante uma conferência internacional sobre o Afeganistão prevista para o dia 28 de janeiro em Londres.

Em uma entrevista concedida à BBC, Karzai indicou que vai propor um emprego assalariado aos insurgentes para que abandonem a luta armada e que para isso utilizará os fundos da comunidade internacional.

"Temos que conseguir a paz a qualquer custo", acrescentou.

"Admitimos, nesta etapa, que os talibãs fazem parte da paisagem política do Afeganistão", declarou Gates em Islamabad.

"A questão é se eles estão dispostos a desempenhar um papel legítimo no processo político em curso, ou seja, participar de eleições, deixar de assassinar os membros das autoridades locais e de matar famílias", afirmou.

"A questão é: o que os talibãs querem fazer do Afeganistão?", continuou o chefe do Pentágono. "Quando tentaram no passado, vimos o que queriam fazer e o país era um deserto, no plano cultural e em todos os outros âmbitos", considerou.

Os principais líderes talibãs, e em primeiro lugar o mulá Omar, reiteraram que jamais negociarão enquanto houver forças internacionais presentes no país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h29

    0,94
    3,288
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h36

    -1,83
    61.494,27
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host