UOL Notícias Notícias
 

22/01/2010 - 19h22

Tunísia enterra Hedi Annabi, chefe da missão da ONU morto no Haiti

Centenas de personalidades políticas tunisianas e estrangeiras assistiram, nesta sexta-feira, aos funerais de Hedi Annabi, comandante da missão de manutenção de paz da ONU no Haiti (Minustah), morto no terremoto que devastou o país.

Uma cerimônia foi realizada no cemitério Al Jallaz de Túnis. O corpo havia sido repatriado na quinta-feira.

"Com pesar, mas com plena fé na vontade de Deus, dizemos adeus a um irmão querido, a um amigo fiel e brilhante diplomático, a um filho emérito da Tunísia", declarou o ministro das Relações Exteriores, Kamel Morjane.

Hedi Annabi, de 66 anos de idade, morreu no desabamento da sede da Minustah que dirigia desde 2007.

Um total de 70 funcionários das Nações Unidas pereceram no sismo no Haiti e outros 146 estão desaparecidos, anunciou nesta sexta-feira um porta-voz da ONU, Farhan Haq.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host