UOL Notícias Notícias
 

23/01/2010 - 16h05

Oposição venezuelana comemora aniversário do fim da ditadura

Milhares de opositores do presidente venezuelano, Hugo Chávez, comemoraram neste sábado em Caracas o 52º aniversário da queda do general Marcos Pérez Jiménez, que liderou um regime ditadorial no país entre 1948 e 1958.

Várias manifestações foram organizadas no centro da capital, onde também havia atos de grupos pró-Chávez para lembrar a data.

O governador opositor do estado de Zulia, Pablo Pérez, disse que é necessário "recordar o esforço democrático de 1958", para "construir uma Venezuela onde nos respeitemos, eliminando a linguagem violenta, os presos políticos e as perseguições".

"Não queremos uma Venezuela dividida pela ideologia", acrescentou.

Uma das manifestantes contou ter decidido participar da marcha "para protestar contra a fome, o desemprego, a insegurança e contra esse presidente que temos".

"O ano de 2010 trará mudanças, temos que estar unidos para conseguir a verdadeira mudança", destacou Julio Borges, presidente do partido opositor Primero Justicia.

Em setembro, os venezuelanos irão às urnas para votar em uma crucial eleição legislativa.

Em 23 de janeiro de 1958, um movimento cívico militar obrigou Pérez Jiménez a deixar o país. Chávez, cujo governo começou a comemorar esta data há dois anos, considera que a queda do general marca o início de quatro décadas de democracia bipartidária "corrupta", contra a qual se lançou em um fracassado golpe em 1992.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host