UOL Notícias Notícias
 

01/02/2010 - 14h42

Obama pede mais de USD 250 milhões para esvaziar prisão de Guantánamo

O presidente norte-americano, Barack Obama, incluiu em seu orçamento para 2011 um plano de 250 milhões de dólares para adquirir e reformar uma prisão do Illinois (norte), com o objetivo de transferir para esse local alguns detentos de Guantánamo.

A penitenciária de Thomson deverá ser transformada em prisão de segurança máxima para receber os detentos que serão transferidos para tribunais militares de exceção, reduzindo com isso para menos de cem os presos que estão em um limbo jurídico.

A prisão de Guantánamo, situada em uma base naval norte-americana em Cuba, possui atualmente 192 presos.

O diretor de Orçamento de Obama, Peter Orszag, disse à imprensa que "mais de 250 milhões de dólares" são necessários para a compra dessa prisão, assim como outros fundos para a sua adequação.

Orszag acrescentou que o governo federal precisa dessa prisão, independentemente do que acontecer com Guantánamo, para descongestionar o sistema penitenciário.

Ele mencionou a oposição de vários legisladores à transferência de prisioneiros de Guantánamo para solo norte-americano com um outro objetivo que não seja o julgamento.

A aquisição de Thomson "é justificada inclusive se não existissem transferências a partir de Guantánamo, porque o Bureau Federal de Prisões precisa de mais celas", afirmou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host