UOL Notícias Notícias
 

04/02/2010 - 13h12

China rejeita novas sanções contra o Irã

O chanceler chinês Yang Jiechi rejeitou nesta quinta-feira a proposta dos Estados Unidos e da França de impor novas sanções ao Irã, alegando que isso seria contraproducente para as negociações que visam a dissipar as dúvidas sobre o caráter civil ou militar do programa nuclear da República Islámica.

"Falar de sanções neste momento complicará a situação e será um obstáculo na busca de uma solução diplomática", afirmou o ministro em um discurso no Instituto Francês de Relações Exteriores (IFRI), um organismo independente com sede em Paris.

Na véspera, Jiechi considerou que é urgente dar continuidade às negociações com o Irã sobre seu programa nuclear e disse que "estão em andamento discussões sobre o fornecimento de combustível nuclear" a Teerã.

"É urgente dar continuidade às negociações, o diálogo" com o Irã, afirmou Yang durante uma entrevista coletiva à imprensa em Paris ao lado de seu colega francês, Bernard Kouchner.

O chefe da diplomacia chinesa assegurou que "estão em andamento as discussões sobre o fornecimento de combustível nuclear ao Irã".

O grupo dos Seis (Estados Unidos, Rússia, China, França, Grã-Bretanha e Alemanha) propõe que Teerã entregue seu urânio levemente enriquecido (em 3,5%) a Rússia e França, que depois devolverão combustível enriquecido em 20% para o reator de pesquisas científicas iraniano.

O presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad afirmou na terça-feira que não vê "problema" em aceitar a solução proposta pelas grandes potências, mas não deu indicações sobre a quantidade de urânio que poderá estar envolvida na troca, principal ponto de discussão.

Os ocidentais acusam o Irã de tentar produzir urânio altamente enriquecido que serve para construir a arma atômica. O Irã considera que seu programa nuclear possui fins civis.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host