UOL Notícias Notícias
 

04/02/2010 - 18h51

Venezuela: Novo ministro da Defesa jura continuar aprofundando o socialismo

O novo ministro da Defesa da Venezuela, o general Carlos Mata, prestou juramento no cargo nesta quinta-feira ante o presidente venezuelano Hugo Chávez, comprometendo-se a "continuar construindo o socialismo".

A cerimônia foi realizada numa dependência militar de Fuerte Tiuna, durante as comemorações do 18º aniversário do golpe de estado frustrado de 4 de fevereiro de 1992, comandado por Chávez contra o então presidente Carlos Andrés Pérez.

No discurso, Mata afirmou que neste dia lembramos os 18 anos do ato que "despertou a consciência dos homens e mulheres das Forças Armadas" e "abriu caminho para os primeiros passos deste processo pelo qual passamos, hoje".

Mata afirmou que um dos "grandes desafios" de sua geração é "resgatar a doutrina bolivariana e socialista", ao mesmo tempo em que afirmou que os soldados das Forças Armadas venezuelanas se manterão "leais ao povo e a nosso líder da revolução".

"Não seremos mais instrumento de oligarquias nem de nenhuma potência imperial", enfatizou o general, encerrando seu discurso com a frase "pátria socialista ou morte".

Mata, que concluiu a Academia Militar, em 1979, assumiu o cargo em substituição a Ramón Carrizález, que renunciou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host