UOL Notícias Notícias
 

09/02/2010 - 06h53

Dissidente chinês condenado a cinco anos de prisão por subversão

O dissidente chinês Tan Zuoren foi condenado nesta terça-feira a cinco anos de prisão por "subversão do poder do Estado" pelas críticas feitas à repressão do movimento democrático de junho de 1989.

Tan foi detido no início do ano passado quando investigava o caso das milhares de crianças mortas nas escolas destruídas pelo terremoto de Sichuan. Ele compareceu a um tribunal em agosto na capital provincial, Chengdu.

"Ele foi condenado por incitar a subversão do poder de Estado a cinco anos de prisão e a três anos de privação dos direitos políticos", declarou à AFP um dos advogados do dissidente, Pu Zhiqiang.

"Todas acusações têm relação com o 4 de junho de 1989, não há nenhuma menção às histórias do terremoto", completou.

Segundo a Anistia Internacional, a detenção de Tan teve relação com uma investigação sobre a qualidade da construção das escolas de Sichuan, que desabaram durante o terremoto de 2008 e deixaram um balanço de 5.335 alunos mortos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,79
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    1,18
    65.148,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host