UOL Notícias Notícias
 

09/02/2010 - 06h55

Ex-comandante militar do Sri Lanka será levado à corte marcial

O candidato da oposição nas eleições presidenciais do Sri Lanka, o ex-comandante das Forças Armadas Sarath Fonseka, comparecerá a uma corte marcial por "crimes militares", anunciaram fontes oficiais.

"Ele comparecerá a uma corte marcial, apesar de não ser um oficial na ativa", afirmou uma fonte que pediu anonimato.

"A lei marcial se aplica durante seis meses após a passagem para a reserva de qualquer oficial", completou.

Derrotado pelo presidente Mahinda Rajapakse na eleição de 26 de janeiro, Fonseka foi detido na segunda-feira pela polícia militar.

Em maio do ano passado, ele comando ou Exército em uma vitória decisiva sobre os rebeldes separatistas tâmeis.

Fonseka declarou à imprensa na segunda-feira que mais de 50 colaboradores dele foram detidos e que as autoridades queriam impedir a investigação das acusações de fraude eleitoral.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,45
    3,141
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,39
    64.684,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host