UOL Notícias Notícias
 

09/02/2010 - 15h57

Ex-presidente argentino Kirchner deixa UTI depois de operação

O estado do ex-presidente argentino Néstor Kirchner evolui de maneira favorável e ele deixou nesta terça-feira a unidade de tratamento intensivo depois de ser operado de emergência no domingo por causa de uma obstrução na carótida direita, informou o boletim médico.

Kirchner, de 59 anos, deve receber alta nas próximas horas.

O marido da presidente Cristina Kirchner sentiu na manhã de domingo uma falta de sensibilidade no braço e perna esquerdos e, depois de ser examinado por seu médico pessoal, decidiu se submeter à operação numa clínica particular de Buenos Aires.

"O estresse foi um fator significativo na infecção arterial que motivou a cirurgia de urgência feita no ex-presidente", explicou o médico Víctor Caramutti.

Kirchner foi protagonista semana passada de um escândalo político ao admitir que comprou dois milhões de dólares em plena crise financeira internacional de 2008, para adquirir um hotel na Patagônia argentina (sul).

O deputado e líder do governante peronismo tem forte influência no governo de sua esposa, que passou nas últimas semanas por uma crise institucional depois que a presidente demitiu por decreto o titular do Banco Central, Martín Redrado.

Em ambos os casos, a oposição, que tirou do peronismo a maioria absoluta no Congresso depois das eleições legislativas de junho, fez duras acusações aos Kirchner e apresentou denúncias na justiça.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host