UOL Notícias Notícias
 

10/02/2010 - 08h25

Afeganistão: produção de ópio cairá em 2010 (ONU)

A produção de ópio prosseguirá em queda em 2010 no Afeganistão, o principal país produtor do mundo, sobretudo devido ao mau tempo, informou nesta quarta-feira a Agência das Nações Unidas contra a Droga e o Crime (UNODC).

"Há boas possibilidades de que o Afeganistão produza menos ópio neste ano", declarou o diretor da agência, o italiano Antonio María Costa.

As terras cultivadas não devem diminuir (cerca de 123 mil hectares), mas o mau tempo registrado durante o período de crescimento dos plantios de ópio, utilizado para produzir heroína, deve impedir que os produtores afegãos alcancem um rendimento de 56 kg por hectare, como em 2009.

A produção, que caiu de 8.200 para 6.900 toneladas entre 2007 e 2009, segundo a UNODC, deverá seguir em queda.

A agência da ONU, com sede em Viena, adverte que o aumento dos preços do ópio poderá estimular alguns produtores a voltar a plantar.

A situação da segurança é outro elemento fundamental. No país, que sofre com a rebelião dos talibãs, a propensão a cultivar ópio depende da segurança: "Quase 80% dos povos pouco seguros plantam ópio, e nas áreas sem violência o número cai para 7%", lembra a agência da ONU em um comunicado.

"A mensagem é clara: para seguir fechando a fonte da droga mais mortífera, segurança, desenvolvimento e o governo no Afeganistão devem melhorar", explicou Antonio María Costa.

"As autoridades afegãs devem retomar a estratégia de controle de drogas", acrescentou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h20

    -0,47
    3,264
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host