UOL Notícias Notícias
 

10/02/2010 - 07h03

EUA negam que escudo antimísseis prejudique negociações nucleares com a Rússia

O governo dos Estados Unidos negou na terça-feira que uma divergência sobre o escudo antimísseis de Washington prejudique a assinatura de um importante acordo nuclear com a Rússia, em meio a duras críticas de Moscou à Otan.

O presidente Barack Obama destacou ainda a postura firme da Rússia em relação ao programa nuclear do Irã, em contraste com a ambiguidade da China.

Um ano depois da posse, Obama espera que o tratado que vai substituir o já expirado START e a cooperação de Moscou para abordar a disputa com o Irã justifique sua decisão de renovar as relações com a Rússia.

Mas na terça-feira, o general Nikolai Makarov, comandante das Forças Armadas russas, surpreendeu Washington ao afirmar que as conversações sobre o START estavam suspensas pelo tema do escudo antimísseis.

Ao mesmo tempo, o secretário do Conselho Russo de Segurança, Nikolai Patruchev, afirmou que a ampliação da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) aos países do leste da Europa representa uma ameaça para a Rússia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host