UOL Notícias Notícias
 

11/02/2010 - 17h06

Nevascas ajudam a derrubar a criminalidade em Washington

A nevasca recorde que assolou a Costa Leste dos Estados Unidos com muito gelo e ventanias teve um lado positivo: derrubou o índice de criminalidade em Washington, afirmou um porta-voz da polícia nesta quinta-feira.

"Na noite passada, nós tivemos poucos crimes registrados", disse à AFP o tenente Nicholas Breul. "Todas as manhãs, divulgamos relatórios com crimes muito graves, mas esta manhã, pouco ocorreu", completa Breul. "Certamente, o clima motivou essa redução."

Nenhum homicídio foi reportado na capital americana desde 3 de fevereiro, quando nevou pouco em Washington e nas áreas adjacentes. Esse período foi sucedido por uma tempestade ocorrida no fim de semana que, juntamente com a nevasca de terça-feira, deixou muitos centímetros de neve no chão na Costa Leste dos Estados Unidos.

O inverno de 2009-2010 em Washington e nos estados próximos tem registrado recorde de neve, que já alcançou 139,4 centímetros em Washington DC na terça-feira, de acordo com o National Weather Service (Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos). Esse índice é o maior dos últimos cinco invernos combinados, que registraram em torno de 121,92 centímetros de neve na capital americana.

Até terça-feira, 10 homicídios foram cometidos em Washington desde o início do ano, uma queda de 41% ante os 17 homicídios registrados na capital no mesmo período do ano passado.

No entanto, Breul recusou-se a afirmar que as nevascas sejam a única causa da queda do índice de homicídios. "O clima pode ter contribuído, mas, historicamente, houve épocas em que ficamos duas semanas sem registrar nenhum homicídio. E o tempo estava bom", declara.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h10

    0,44
    3,143
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h14

    -0,60
    75.550,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host