UOL Notícias Notícias
 

11/02/2010 - 13h18

Violações dos direitos humanos aumentaram no Irã (HRW)

A repressão do regime iraniano contra os dissidentes está mais intensa e os abusos registrados são mais flagrantes desde a controvertida reeleição do presidente Mohamed Ahmadinejad em 12 de junho de 2009, indicou a Human Rights Watch em um novo informe.

Ao longo de 19 páginas, a ONG descreve "extensos abusos contra os direitos humanos, entre os quais os assassinatos extrajudiciais, estupros e torturas, violações dos direitos à liberdade de reunião e de expressão, assim como prisões arbitrárias" registrados desde a eleição do ano passado, indica o grupo em um comunicado.

O informe é baseado em inúmeras entrevistas por telefone e correio eletrônico com manifestantes, jornalistas, defensores dos direitos humanos e famílias de representantes políticos detidos".

A publicação do informe coincide com as comemorações desta quinta-feira do 31o. aniversário da República Islâmica na capital iraniana.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host