UOL Notícias Notícias
 

12/02/2010 - 21h15

Celso Amorim reafirma apoio a Insulza na OEA

O chanceler Celso Amorim reafirmou nesta sexta-feira o apoio do Brasil a José Miguel Insulza, que prossegue no cargo de secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), e rejeitou as críticas que o jornal The Washington Post fez ao trabalho do funcionário.

Amorim, que fez uma visita oficial a Santiago do Chile, assegurou que as críticas "são completamente sem fundamento".

"Só tenho boas palavras para definir o trabalho de José Miguel Insulza, e acredito que as críticas vêm de pessoas que têm uma visão muito estreita das coisas", acrescentou.

Na última quarta-feira, o jornal The Washington Post considerou que os Estados Unidos deveriam substituir Insulza, por "servir descaradamente aos líderes de esquerda da região", e criticou seu desempenho na gestão da crise em Honduras após o golpe de Estado no país.

Amorim, que reiterou o apoio brasileiro à permanência de Insulza no cargo, se reuniu com o chanceler chileno Mariano Fernández e visitou o presidente recém-eleito do Chile, Sebastián Piñera.

Nesta sexta-feira, Piñera indicou que seu governo - que se inicia no dia 11 de março - manterá a decisão de sua antecessora, Michelle Bachelet, de apoiar o atual secretário-geral no cargo para mais um mandato.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host