UOL Notícias Notícias
 

15/02/2010 - 12h29

Grécia se opõe a novas medidas imediatas para cortar o déficit (ministro)

A Grécia se opõe a novas medidas imediatas para cortar seu déficit público e quer um apoio "mais explícito" da União Europeia ante a crise orçamentária pela qual passa, informou nesta segunda-feira, em Bruxelas, o ministro grego das Finanças, Giorgos Papaconstantinou.

Os ministros de Finanças da Zona do Euro se reuniram hoje em Bruxelas para tentar encontrar soluções para a Grécia, considerada pelos mercados como o calcanhar de Aquiles da união monetária, devido a seu déficit galopante.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host