UOL Notícias Notícias
 

15/02/2010 - 18h16

Netanyahu pede em Moscou 'sanções que causem danos' ao Irã

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fez um apelo nesta segunda-feira em Moscou pela adoção de "sanções que causem danos" ao Irã, enquanto a Rússia deu mostras de sua impaciência em relação a Teerã e a seu polêmico programa nuclear.

Netanyahu se encontrou com o presidente russo, Dimitri Medvedev - mas este, ao contrário do premiê israelense, não mencionou o Irã em público.

"Eu destaquei a posição de Israel. O que precisamos são sanções que causem danos e tenham impacto sobre o regime, sanções duras que atinjam de maneira convincente a indústria petroleira", declarou o primeiro-ministro à imprensa depois de se reunir com Medvedev.

"O presidente russo expressou sua compreensão total sobre os assuntos que nos preocupam", destacou Netanyahu, indicando que o encontro foi "excelente, muito caloroso".

O primeiro-ministro israelense se reunirá na terça-feira com seu par russo, Vladimir Putin.

A Rússia endureceu sua postura em relação ao Irã depois da decisão anunciada na semana passada pelo regime dos aiatolás de iniciar seu próprio enriquecimento de urânio a 20%.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host