UOL Notícias Notícias
 

16/02/2010 - 12h45

Buenos Aires ainda sofre com as consequências da inundação

A capital argentina recupera-se, aos poucos, do forte temporal da noite de segunda-feira, quando, em apenas uma hora, a quantidade de chuva que desabou sobre Buenos Aires chegou a 88,5 milímetros.

Grande parte da capital argentina ficou inundada, prejudicando o abastecimento de energia elétrica a mais de 100.000 famílias, informaram as autoridades nesta terça-feira.

Numerosas ruas de Buenos Aires (com quase três milhões de habitantes) pareciam rios pelos quais flutuavam carros, alguns arrastados pela correnteza, em meio ao alagamento de milhares de casas e lojas.

"Em apenas uma hora caíram quase 90 milímetros de água" isto é "75 por cento da média pluviométrica calculada para todo o mês de fevereiro", informou o ministério do Ambiente e Espaço Público portenho.

Não há informações sobre mortos.

"A situação se agravou porque o Rio da Prata já estava em seu nível máximo.

O sistema de sinalização da cidade também saiu do ar nas principais avenidas.

Brigadas das empresas de energia elétrica e da Defesa Civil tentavam nesta terça-feira normalizar a situação. Uma das linhas do metrô já entrou em operação.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host