UOL Notícias Notícias
 

16/02/2010 - 18h18

Líder do Hezbollah ameaça bombardear Israel em caso de ataque ao Líbano

O líder do Hezbollah, Hasan Nasrallah, advertiu nesta terça-feira que os membros de seu grupo bombardearão os aeroportos e as refinarias israelenses, caso o Estado hebreu lance um ataque contra o Líbano.

"Se vocês atacarem o aeroporto Rafic Hariri de Beirute, nós atacaremos o aeroporto Ben Gurion. Se vocês atacarem nossos portos, nós atacaremos seus portos. Se bombardearem nossas refinarias, bombardearemos as suas e se bombardearem nossas centrais elétricas e empresas, então, também atacaremos as suas", advertiu Nasrallah em um discurso exibido em uma tela gigante diante de milhares de partidários no sul de Beirute.

O líder do Hezbollah, inimigo de Israel, fez essas declarações em uma cerimônia organizada em memória de seu antecessor Abbas el Musaui, assassinado por Israel em 2002.

No entanto, ele disse que seu partido "não deseja" a guerra, e considerou que as "ameaças" israelenses fazem parte de uma "guerra psicológica destinada a atemorizar os libaneses".

"Os israelenses só se lançarão em uma guerra se estiverem seguros de uma vitória definitiva, já que (...) não podem se permitir fracassar novamente", afirmou, referindo-se à guerra de 2006 contra o Hezbollah no Líbano e à ofensiva contra o Hamas na Faixa de Gaza, há um ano.

"Israel só compreende a linguagem das ameaças", disse.

Essas declarações foram feitas após uma escalada verbal por parte de Israel e da Síria, que se ameaçaram mutuamente com represálias em caso de conflito.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host