UOL Notícias Notícias
 

17/02/2010 - 14h48

EUA enviam delegação à Cuba para firmarem negociação migratória

Os Estados Unidos enviaram à Havana uma delegação liderada por Craig Kelly, um funcionário de alto escalão, que viaja à ilha para prosseguir com as negociações migratórias com Cuba na próxima sexta-feira, informou o Departamento de Estado.

Kelly, assistente do secretário de Estado adjunto para a América Latina, dirige uma missão que inclui "representantes de todas as agências que estão envolvidas nos temas migratórios", indicou o comunicado.

Esta segunda rodada de negociações, após a primeira realizada em junho de 2009 em Nova York na sede da ONU, será focada em "como promover da melhor maneira a migração ordenada, legal e segura entre Cuba e Estados Unidos", informou o Departamento.

Kelly dirigiu no lado dos Estados Unidos essa primeira reunião na sede das Nações Unidas.

O diálogo migratório estava interrompido desde 2003, até ser retomado no governo de Barack Obama que, após sua chegada ao poder, tomou algumas atitudes para descongelar as relações com Havana, complicadas desde 1963.

Obama liberou o envio de remessas e viagens de cubano-americanos à ilha, e seu governo iniciou um diálogo com o objetivo de normalizar o intercâmbio postal entre os dois países.

Havana e Washington alcançaram em 1994 um primeiro acordo migratório, mediante o qual os Estados Unidos concederiam 20 mil vistos a cubanos por ano e Cuba receberia sem represálias os que tentassem emigrar ilegalmente da ilha e fossem interceptados no mar por guardas norte-americanos.

Mas ambos os governos se acusam mutuamente de não cumprirem esses acordos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host