UOL Notícias Notícias
 

17/02/2010 - 15h22

França, Alemanha e Japão não cumprem promessa de ajuda ao desenvolvimento (OCDE)

França, Alemanha e Japão são alguns dos maus alunos na questão de ajuda ao desenvolvimento, no momento em que a crise torna mais necessária a ajuda aos países mais pobres do mundo, segundo dados da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Desde 2004, a ajuda aos países em desenvolvimento subiu 35%, alcançando "níveis recorde", segundo um estudo divulgado pela OCDE na quarta-feira em Paris.

Mas o valor final será "menor que a ajuda prometida pelos principais doadores do mundo há cinco anos" durante a conferência do G8 de Gleneagles (Escócia), estimou a organização, que reúne as 31 economias mais desenvolvidas.

Os 15 países que são ao mesmo tempo membros da União Europeia e do Comitê de Ajuda ao Desenvolvimento da OCDE se comprometeram a alcançar um nível de ajuda pública de 0,51% de seu Produto Interno Bruto (PIB).

Esse objetivo não foi respeitado pela França (0,46%), Alemanha (0,40%), Áustria (0,36%), Portugal (0,34%), Grécia (0,21%) e Itália (0,20%).

Da mesma forma, o Japão parece não cumprir com suas promessas.

Já os outros países fizeram mais que o prometido, como a Suécia, cuja ajuda pública é a maior do mundo e representa 1,03% de seu PIB.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host